Hostfamily

Sempre
ouvi por aí meninas dizendo que quando é a família certa, rola um
"feeling"…

Com a
minha hostfamily, aconteceu assim:
Eles me
selecionaram pelo site da APIA e logo depois já tentaram me ligar. O problema é
que os horários para receber ligações que coloquei no application não batiam
mais, porque minhas aulas da faculdade já haviam começado (e quando é assim, só
volto pra casa pra dormir). Eles tentaram me ligar uns 2 ou 3 dias sem sucesso.
Não desistiram e me mandaram um email perguntando qual seria o melhor horário
para me ligarem.
Pedi para
ligarem no domingo à tarde.

Dia 30/03,
12:35h o telefone toca. "Que gringa apressada!", pensei,"Pedi
pra me ligar depois das 13:00h!".

Só sei que
ficamos monolango por cerca de 45 minutos. Sim, monologando, porque só ela
falava. Explicou tudo: falou como era a cidade que morava, o que tinha pra se
fazer por lá, que tem muitas au pairs na região e então eu poderia me
socializar facilmente, falou dos filhos (e no final ainda disse rindo
"they are very cute!"), perguntou se eu costumava sair à noite, falou
sobre religião (e disse que me ajudaria a achar uma igreja "where I’d feel
comfortable"… uma graça!). Ela até que ria bastante! A achei bem
simpática!

No final,
eu só perguntei se ela era realmente americana, porque o nome dela soava muito
alemão. Aí, ela se empolgou… hehe… começou a contar que o pai dela era
alemão e que fugiu para os EUA na II GM porque é judeu e lá se casou com uma
americana. Aproveitou o gancho e contou que o marido dela é canadense, mas a
mãe dele é americana, embora seja descendente de russos! Ufa!

Pra acabar
o papo, eu disse que enviaria algumas peguntas para ela por email e pedi que
ela me enviasse a carta de apresentação da família.
Desliguei
o telefone bem empolgada. Gostei dela!

No dia
seguinte, enviei um email, que ela respondeu bem detalhado e me fez algumas
peguntas.
Pelo tom
dos emails, deu pra perceber que estavámos nos simpatizando!

Então, 4
dias depois, ela me liga (quase 30 minutos antes do horário que combinamos…
ela deve ser uma pessoa ansiosa! hehe). Falei com o marido dela e depois ela me perguntou
se eu queria fazer parte da família deles! *Pulinhos de alegria*

Serei a
primeira au pair da família Weiser!!!

Vou para
Denver, capital do Colorado. Mas está longe ainda, só vou em julho (terão que
me aturar por mais 3 meses!).

Hostfamily
Mother: Heidi Wald
Father: Phil Weiser
Kids:
Aviva e Samuel, que terão 4 anos e 9 meses, respectivamente, quando eu chegar
lá!

 
Mas eu e
minha mania de manter os pés no chão… eles se mostraram super simpáticos,
atenciosos, disseram que farão o melhor para que eu me sinta feliz e segura por
lá.
Mas a
real, só chegando lá pra saber! E espero que sejam esses amores mesmo!

Por hoje é só… [Vejam as fotos da família no álbum]

Dois meses depois…

Por
onde anda a Bia?
Mais
de dois meses depois do último post, estou de volta.

Nesse
meio tempo eu estava indecisa em relação ao
intercâmbio, então bloqueei o blog.
Pensei
em desistir, desanimei… Sei lá o que me deu (na verdade, sei
sim…)

Mas
continuei no GAP, não disse nada na agência… fui
deixando…

Também
tive alguns contratempos com a agência. O tal do aceite que
deveria sair em um mês, levou 3! Saiu dia 17/03. Ainda bem que
sou do tipo que faz tudo com antecedência (desconsiderem os
trabalhos da faculdade), então isso não me deixou
preocupada. Não estava ansiosa, não fiquei ligando na
agência. Mas eu já descobri que quando se deixa a
ansiedade de lado, tudo funciona melhor… Acho que foi por isso que
passei na USP – tinha tanta certeza que não iria passar, que
fiz a prova com a maior calma do mundo!

Ok.
Era só esperar as famílias me ligarem!

Estava
com complexo de inferioridade (coisa que nunca tive), pensando que
ficaria com o dossiê encalhado por meses… Quantas famílias
se interessaram por mim? Vamos lá.
Pelo
GAP, conversei com 2: A primeira era de Belmont, Califórnia
(como já disse); não me esolheram, mas a Au Pair que
for pra casa deles vai ter uma vida boa… carro, celular, viagens e
vai morar na Califa cuidando de só um bebê! Apesar disso
tudo, não senti afinidade com eles.
A
outra família era de Lousiana, próximo de New Orleans.
A mãe me ligou, conversamos um pouco. Eram 4 crianças!
Só que ela sumiu! Também não queria mesmo!
hehe…

Pela
agência, surgiu um monte!
Com
algumas só troquei email. Eram de Atlanta (Georgia) e a outra
de algum lugar da Virginia. Também apareceu uma de New York,
mas nem deu tempo de conversar com ela.
Por
telefone, conversei com uma família de Illinois, próximo
de Chicago. A hostmom era tão boazinha! E conversei também
com uma família do Colorado.


fiz o match, mas o post tá grande. No próximo eu falo
da minha hostfamily!