I GOT MY VISA!

Consegui meu visto!!!

Depois de acordar às 4h da
manhã, sair de casa às 4h45 morrendo de medo (afinal, ainda era madrugada,
né?), cruzar a cidade de metrô/trem (999 baldeações… hehehe), me perder
(porque se não me perdesse, não seria eu!), enfim consigo chegar às 7h no
famoso "Consulado".

Revista a bolsa. Pega a
fila. O guardinha simpático pergunta se tenho eletrônicos na bolsa ("O que
tem aí, moça? Celular, MP3, secador, chapinha?!" hehe…). Deixa
eletrônicos no guarda-volume. Pega outra fila. Confere formulários. Passa pela
Pré-Entrevista e deixa
formulários e passaporte. (Suspeito é que nesta hora que concedem seu visto ou
não… o resto é mera formalidade… hehehe). Senta. Espera. Pega as digitais
(nesta hora, as pernas já começam a tremer de nervoso). Senta de novo. Espera
de novo.

Enfim, às 8h25 o painel
acende e as senhas começam a ser chamadas. Quinze minutos depois, a senha 38 é
chamada para o guichê 13.

 
Legenda:
C: Consulesa [meia-idade, gordinha,
olhos claros, simpática]

B: Bia [nervosa, pernas tremendo,
suando frio]

itálico: pensamentos da Bia

C: Passporte e formulários, por
favor. [com aquele sotaque básico]
   Você vai ser Au Pair?

B: Sim, isso mesmo.  Oba! a
entrevista vai ser em português!

C: Where are you going to live?
B: I’m going to Colorado,
Denver. shit!
Vai ser em inglês!

C: How did you hear about the
program?
[não entendi
bem o que ela falou]

B: I’ll take care of two kids…
C: No! How did you hear about the
program?

B: Sorry, I didn’t understand! [não
conseguia entender a primeira palavra!]

C: How did you hear about the
program? [falando pausadamente]

B: Sorry, I didn’t understand the
first word.
[ficando
desesperada]

C: How… [mas eu entendia
"al"]

B: Sorry…
C: How…
B: … [e fazendo cara de gatinho do
Shrek]

C: How…
B: Sorry… Droga, meu visto vai
ser negado! E vamos brincar de “how do you pronounce…”

C: How…
B:Não me ensinaram essa
palavra no curso de inglês!

C: Tell me about the program. [ufa!]
B: I’ll take care of two kids in Denver. The parents are professors of
Colorado University. [não lembro bem o que eu disse depois]

C: What do you do here?
B: I study at Universidade de São
Paulo, USP.

C: What?
B: Universidade de São Paulo.
C: No… which course?
B: Language and Literature.
C: Ohhhh…
B: Do you want to see the form? [eu
queria dizer o comprovante de matrícula]

C: Oh, no… Who will
pay for the trip?

B: I will pay and my father will
help me.
[tô até agora
tentando entender porque disse isso.. meu pai não tá entrando com 1 centavo!]

C: What do you intend to do when you
come back?
[desembestei a falar]

B: I will finish college, I want to
graduate and study to be a translator and study things related to English
studies…

C: [me cortou] Ok, pay this fee and
come back to my window.

B: Ok, thank you.

Uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuueba!!!
Consegui meu visto!
Notem que durante toda a entrevista a consulesa assinava e carimbava meus
formulários freneticamente e tenho certeza que nem tava ouvindo direito o que
eu falava!!!

Paguei a taxa e preenchi
os envelopes do Sedex meio tremendo de nervoso ainda!!!

E outro detalhe: ela não
pediu um só documento!!! Levei tudo, mas ela não quis ver nada…

 
I GOT
MY VISA!!!

Agora, só falta fazer as
malas!!!
United
States
, here I
go!!!

TPV: Tensão Pré-Visto

Há uma
semana escrevi aqui que estava sossegada, calma, tranquila e desencanada com a
entrevista de visto…

O famoso
Dia V é amanhã…

Retiro o
que disse… eu tô com meeeeeeeeedo!!!

 

Só pra
constar…

News

Atualizando
as informações…
O
que aconteceu nesse um mês sem postar?!

Meu
match com a family está ok. Trocamos alguns emails de vez em
quando, só para manter o contato e avisar como estão as
coisas.
A
hostmom já me mandou algumas fotos da família, da casa,
do meu quarto (como vocês podem ver no álbum aí
do lado).

The
Weiser family:

A
hostmom, Heidi, é professora assistente na área de
geriatria da Universidade do Colorado. O hostfather, Phil, é
professor de Direito na Universidade do Colorado também.
As
hostkids são a Aviva (que fará 4 anos um dia antes da
minha chegada) e o Samuel (que terá 9 meses quando eu chegar).
A Aviva tem uma cara de serelepe!!! Acho que essa menina vai dar
trabalho… hehe…

Houve
muita empatia entre a host e eu. Ela é muito simpática
por telefone, sempre explica tudo que pergunto. Com o host só
falei uma vez, foi legal também…

Eu
preferia crianças pequenas. Bem, terei duas. Eu queria cuidar
de pelo menos um menino (por quê? não sei, mas sempre
tive vontade!). Terei um.

A
família é judia, daquelas que seguem os costumes e vão
à sinagoga. Pesquisei sobre cultura judaica e principalmente
sobre o kocher, a dieta deles. Não terei problemas, acho. A
hostmom já se comprometeu a me ajudar achar uma igreja para
fazer parte.

A
casa, a rua, o bairro, meu quarto, enfim, tudo parece ser muito
bonito pela fotos.

Olha
a Bia se empolgando. Mas como eu sempre digo às pessoas quando
explico tudo isso, eu acho tudo lindo agora, quando eu chegar lá
que vou descobrir como as coisas são. Desconfiada? Sempre fui.
Com tudo. Mas até que provem o contrário, a família
Weiser parece ser bem agradável!

Trabalho:
Estava
planejando sair da empresa até essa semana, mas devido a
"questões burocráticas", vou trabalhar até
a primeira semana de junho. Ok, não terei minhas tão
sonhadas férias de 2 meses, mas ainda me sobrará 1,5
mês pra encher a minha mãe o dia inteiro em casa!
hahaha…


Visto:
Marquei
minha entrevista de visto para 28/05.
Acho
que sou anormal, não estou nervosa nem ansiosa. As meninas
sempre dizem que têm pesadelos com o temido "Dia V".
Eu tô sossegada. Vou separar todos os documentos e ir na
agência na próxima sexta-feira para receber as
orientações da minha agente.

Por enquanto é isso…